México: chances de resgate de mineiros com vida diminuem

Em meio às dificuldades enfrentadas pelas equipes de resgate locais, é cada vez menor a possibilidade de que sejam retirados com vida os 65 mineiros soterrados em uma mina de carvão no norte do México. Entre os principais obstáculos que os socorristas tentam superar estão o intenso frio e o acúmulo de gás metano no local, que poderia causar uma nova explosão.Os mineiros estão presos desde domingo, quando uma explosão causou o desabamento de um túnel que dá acesso à mina. Segundo as autoridades, os mineiros estão em um ponto a 150 metros de profundidade."As brigadas de resgate estão a ponto de chegar a uma parede que separa dois túneis de acesso", declarou o secretário de Trabalho do México, Francisco Salazar. "Com isso, se restabeleceria a circulação de ar fresco e os socorristas poderiam ingressar no local sem o uso de equipamento especial, o que permitiria a aceleração dos trabalhos."Responsáveis pela empresa que explora a mina afirmam que há grande possibilidade de que haja bolsões de ar em algumas câmaras, o que pode permitir a sobrevivência dos mineiros. Até agora, as equipes de resgate não conseguiram estabelecer nenhum contato com os mineiros presos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.