México detecta primeiro caso de vírus Chikungunya

O México detectou seu primeiro caso doméstico de infectado pelo vírus Chikungunya, doença que é transmitida por mosquitos, no sudoeste do país, informou o governo do Estado de Chiapas neste sábado. 

REUTERS

15 de novembro de 2014 | 18h02

Chiapas, que faz fronteira com a Guatemala, confirmou que a primeira pessoa infectada no país é uma menina de oito anos, e que ela foi tratada em um hospital na cidade de Arriaga. Ela já teve alta. 

Não há vacina comercial para o vírus, que foi detectado pela primeira vez no continente americano no fim do ano passado. O Chikungunya normalmente não é fatal, mas tem sintomas debilitantes como febre, dor de cabeça e fortes dores nas juntas, que podem durar meses.

O Chikungunya já foi identificado em boa parte do Caribe, da América Central e dos Estados Unidos, além do Brasil, com casos em Estados como Bahia, Amapá e São Paulo. No México, algumas pessoas já haviam mostrado sintomas da doença, mas elas haviam contraído o vírus no exterior. 

O Chikungunya, um vírus que é mais comum na África e na Ásia e transmitido pelo mosquito aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue, foi detectado pela primeira vez na porção oriental do Caribe no começo de 2014. 

(Por Veronica Gomez e Dave Graham)

Mais conteúdo sobre:
GERALCHIKUNGUNYAMEXICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.