AFP
AFP

México divulga vídeo do momento da fuga do traficante 'El Chapo'

Governo diz que atitudes do líder do Cartel de Sinaloa eram normais e câmeras têm ponto cego na área do banheiro por privacidade 

O Estado de S. Paulo

15 de julho de 2015 | 10h31

CIDADE DO MÉXICO - O governo do México divulgou na terça-feira um vídeo que mostra o momento exato da fuga do narcotraficante Joaquín "El Chapo" Guzmán da prisão de segurança máxima Planalto I e afirmou que as imagens mostram um comportamento "natural" do prisioneiro.

No vídeo, apresentado pelo titular da Comissão Nacional de Segurança, Monte Alejandro Rubido, "El Chapo" é visto caminhando de um lado para outro em sua cela. Depois se senta em sua cama para trocar de calçado e se agacha na área do chuveiro, ocultada por um muro.

Então, o líder do Cartel de Sinaloa volta a se aproximar do local, se agacha novamente e não é mais visto. "O material que vocês acabam de ver foi gravado pela câmera de vigilância no interior da cela onde estava o preso. O comportamento dele no dia dos fatos era normal até esse momento, natural de um prisioneiro que passa longas horas dentro da cela", disse Rubido.

Além disso, ele destacou que pode se comprovar que há dois pontos cegos para a câmera na cela, cujo objetivo é "permitir a privacidade nas áreas do banheiro e banho". "O túnel pelo qual ocorreu a fuga desembocava por trás do chuveiro, o que obstruía a visibilidade do equipamento e não permitiu detectar uma ação extraordinária nos momentos prévios de sua evasão", explicou.

O titular da Comissão Nacional de Segurança disse que, como estabelecem os protocolos, foi emitido um alerta vermelho assim que os funcionários da prisão perceberam que "El Chapo" não estava mais no local. Rubido não informou, porém, quanto tempo se passou entre o desaparecimento do traficante e a emissão do alerta.

"Como parte das investigações, a Procuradoria-Geral da República analisa se esses protocolos foram seguidos à risca ou não, além da possibilidade de existirem responsáveis que facilitaram a ação (dentro do presídio). Em caso positivo, eles enfrentarão à Justiça", garantiu.

Rubido apresentou outros dois vídeos, um da cela vista de fora no momento da fuga e outro que segue a rota usada por "El Chapo" através de um conduto que vai desde a área do chuveiro até o túnel de um quilômetro e meio que conduz a uma casa fora da prisão.

O representante do governo também falou sobre as medidas tomadas após a detecção da fuga do preso, incluindo o deslocamento de 700 soldados das forças federais. "A Secretaria da Defesa Nacional alertou todos os comandantes territoriais, usou suas equipes de inteligência, empregou meios técnicos e tecnológicos, cercou o perímetro da prisão e estabeleceu sítios nos aeroportos do país", indicou.

"Todas as forças de segurança do Estado mexicano estão trabalhando de maneira coordenada para tentar conseguir à brevidade a recaptura de Guzmán", afirmou. /EFE


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.