México encontra 370 jovens imigrantes abandonados no país

A maior parte foi enganada por traficantes que prometeram levá-los para os EUA

O Estado de S. Paulo,

29 de março de 2014 | 17h53

CIDADE DO MÉXICO - Em uma semana, 370 crianças e jovens, a maior parte delas da América Central, foram encontradas abandonadas no México, depois que traficantes prometeram levá-las para os EUA, mas as deixaram à própria sorte depois de desembolsar milhares de dólares pela travessia, de acordo com autoridades.

Quase metade delas, 163 crianças menores de 18 anos, foram encontradas sozinhas, de acordo com o Instituto Nacional de Migração Mexicana (INM, na sigla em espanhol).

Todos os meses, milhares de imigrantes, a maior parte de Honduras, Guatemala e El Salvador, tenta emigrar para os EUA, atravessando várias fronteiras no processo, apesar da ameaça de traficantes de drogas que sequestram, assassinam e estupram mulheres.

As crianças disseram aos agentes de imigração que seus guias os abandonaram depois de aceitar de US$ 3 a US$ 5 mil em pagamentos, de acordo com o INM.

As crianças e jovens, que vêm dos três países mais pobres da América Central, foram encontradas ente 17 e 24 de março, em 14 Estados mexicanos.

Tudo o que sabemos sobre:
MéxicoimigraçãoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.