México faz segunda prisão de um padre por pedofilia

Autoridades no estado de San Luis Potosí, no México, informaram que foi preso um padre católico acusado de abusar sexualmente de um menor. A prisão, que ocorreu na sexta-feira, é a segunda de um padre sob a mesma acusação esta semana na região.

Agência Estado

28 de junho de 2014 | 18h08

A polícia local informou que o padre Guillermo Gil Torres foi preso depois de um depoimento da avó da vítima, um menino. De acordo com a familiar, o abuso do menor começou em novembro, quando o padre convidou a vítima para ver algumas fotografias e começou a tocá-lo entre as pernas.

Gil Torres era padre na igreja Santa Rosa de Lima, na capital do estado, também chamada San Luis Potosí.

Ainda esta semana, um juiz no mesmo estado ordenou a prisão do padre Eduardo Cordova, também acusado de abusar sexualmente de menores. Córdova havia servido recentemente como representante legal da arquidiocese. Ele é considerado fugitivo. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Méxicopedofilia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.