México: Furacão Carlotta passa para tempestade tropical

O furarão Carlotta perdeu força e foi rebaixado neste sábado para uma tempestade tropical sobre as montanhas no sul do México, após ter afetado a costa do país. O governo mexicano suspendeu os alertas de furacão. A previsão era de que o Carlotta deveria enfraquecer gradualmente no domingo, mas a tempestade ou seus resquícios persistiriam por vários dias na região, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês). De acordo com o órgão, a tempestade deve se tornar uma depressão tropical ainda neste sábado.

Agência Estado

16 de junho de 2012 | 11h48

O Carlotta atingiu o litoral sul do México na noite de sexta-feira como furacão de categoria 1 na escala de cinco pontos Saffir-Simpson, movendo-se para o noroeste de Puerto Escondido, no estado de Oaxaca. Não havia relatos imediatos de vítimas ou danos graves na região.

O Serviço Climático do México alertou sobre "chuvas intensas a torrenciais com tempestades elétricas, ondas altas e ventos do nível de furacão" em Oaxaca e nas proximidades de Guerrero. Meteorologistas norte-americanos advertiram sobre chuvas fortes que poderiam causar enchentes e deslizamentos de terra fatais.

A tempestade causou ondas gigantes e o transporte marítimo foi interrompido nos portos de Salina Cruz, Huatulco, Puerto Angel e Puerto Escondido, informaram as autoridades. Foram montados 32 abrigos para cerca de 2 mil pessoas e auditórios e outros espaços fechados foram preparados como medida de precaução. Mas o Carlotta perdeu força rapidamente. "O alto relevo do México enfraqueceu o Carlotta", diz o NHC. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
MéxicoCarlottafuracão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.