México já soma 110 mortes por suspeita de gripe suína

Autoridades de saúde do México informaram hoje que mais sete pessoas morreram com suspeita de contaminação pela gripe suína, elevando o número de casos para 110. Anteriormente, o governo mexicano havia informado que o número provável de mortos pelo vírus tinha subido para 103, sendo que 22 já foram confirmados. O governo dos Estados Unidos declarou ontem estado de emergência pública, depois que 20 casos da doença foram confirmados em cinco Estados do país.

ANA CONCEIÇÃO, Agencia Estado

27 de abril de 2009 | 11h52

O ministro da Saúde mexicano, José Angel Córdova, anunciou ontem na televisão que o número das pessoas hospitalizadas devido à epidemia se situava em cerca de 400. O ministro afirmou também que já foram notificados mais de 1.600 casos suspeitos de gripe suína e que cerca de 1.000 pessoas conseguiram se curar e foram liberadas dos hospitais. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
gripe suínaMéxicomortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.