México: líder do sindicato dos professores é presa

As autoridades mexicanas prenderam Elba Esther Gordillo, líder do sindicato dos professores do México, a maior e mais poderosa entidade sindical do país. Segundo o procurador-geral Jesus Murillo, ela é acusada de fraude.

Agência Estado

27 de fevereiro de 2013 | 01h28

Elba foi presa na tarde de ontem em um aeroporto perto da Cidade do México, depois que autoridades fiscais detectaram a transferência de fundos sindicais para contas bancárias privadas, informou Murillo.

A dirigente sindical é vista como uma forte adversária do governo, que se esforça para reformar o sistema de ensino. Ela comanda o sindicato há mais de duas décadas e se opôs aos planos do governo para a reforma do setor de educação, limitando a competência da União para contratar e avaliar professores, entre outras medidas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoeducaçãoprofessores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.