Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

México localiza conta de ex-embaixador peruano

A Interpol do México localizou uma conta bancária de US$ 1,8 milhões do ex-ministro e embaixador peruano Victor Malca, acusado de enriquecimento ilícito em seu país e de estar vinculado ao ex-assessor presidencial Vladimiro Montesinos. Os recursos, segundo as duas principais emissoras de TV do México, se encontram sob o controle da unidade especializada contra a ?lavagem? de dinheiro da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol). O dinheiro estava no Banco Internacional (Bital) e foi depositado quando Malca era embaixador do Peru no México, entre 1996 e 1997. Malca deixou o Peru em dezembro do ano passado e está sendo procurado por enriquecimento ilícito. Existe uma ordem de captura expedida pela Corte Suprema de Justiça do Peru. A Polícia calcula que a fortuna do ex-diplomata supera os US$ 12 milhões, além de propriedades em Lima, capital do Peru, e em Miami, nos Estados Unidos. Um jornal peruano informou recentemente que Malca foi visto no México quando tentava transferir para a França o dinheiro depositado no Bital. As autoridades peruanas investigam atualmente vários ex-aliados do governo, dirigentes políticos e empresários que participaram em delitos de corrupção junto ao ex-assessor de Alberto Fujimori, Vladimiro Montesinos.

Agencia Estado,

02 de fevereiro de 2001 | 04h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.