México localiza mais 20 corpos de vítimas de violência

Autoridades mexicanas localizaram hoje 20 corpos de pessoas assassinadas em uma localidade nortista do Estado de Tamaulipas, um dos mais afetados pela violência ligada ao narcotráfico no país. Os cadáveres de duas mulheres e 18 homens foram localizados em cinco lugares diferentes de Puerto Madero, a mais de 500 quilômetros ao noroeste da capital mexicana, segundo um relatório da promotoria de Tamaulipas. Na noite de ontem, em outra chacina na cidade de Chihuahua, 30 homens armados invadiram um centro de reabilitação para dependentes químicos, matando 19 pessoas que estavam internadas.

AE-AP, COM DOW JONES, Agência Estado

11 de junho de 2010 | 19h31

As vítimas dos ataques em Puerto Madero ainda não foram identificadas e todas tinham ferimentos provocados por armas de fogo. As autoridades ainda não conseguiram esclarecer o motivo dos assassinatos.

O governo mexicano disse que em Tamaulipas, na fronteira com o Texas (Estados Unidos), ocorre uma disputa entre o Cartel do Golfo e o Cartel dos Los Zetas, duas organizações criminosas que traficam drogas.

A violência do crime organizado já deixou mais de 22.700 pessoas mortas no México desde dezembro de 2006, quando o presidente Felipe Calderón assumiu o cargo e lançou a ofensiva contra o narcotráfico.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoviolênciamortestráfico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.