México: mais 23 corpos são encontrados em veículos

Autoridades do México encontraram pelo menos 23 corpos em três veículos abandonados em Guadalajara, a segunda cidade mais populosa do país, disse nesta quinta-feira o Ministério Público do Estado de Jalisco. Guadalajara foi sede recente dos Jogos Panamericanos e prepara a abertura da Feira Internacional do Livro.

AE, Agência Estado

24 de novembro de 2011 | 19h24

Segundo um policial, os três veículos foram encontrados com os corpos perto dos Arcos do Milênio, um dos pontos turísticos mais famosos da cidade. A procuradoria de Jalisco disse que os corpos estavam com as mãos amarradas às costas, dentro dos três veículos: uma Dodge Ram branca, uma Chrysler Voyager verde e uma picape Nissan.

"Existem várias hipóteses, mas devido ao segredo das investigações nós vamos ter que esperar para dizer o que pode ter sido", disse o secretário de Segurança Pública de Jalisco, Luis Carlos Nájera. Segundo ele, foi encontrada uma mensagem dentro de um dos veículos. Cartéis mexicanos do narcotráfico costumam deixar mensagens junto aos cadáveres das vítimas.

Guadalajara foi sede das operações, durante bastante tempo, de uma facção do Cartel de Sinaloa, chefiada pelo bandido Ignacio "Nacho" Coronel, morto a tiros pelas autoridades em julho de 2010 num confronto. Desde a morte de "Nacho", grupos ligados aos cartéis Nueva Generación e La Resistencia lutam pelo controle do tráfico de drogas na cidade.

No dia anterior, os corpos de 16 homens mortos a tiros e queimados foram encontrados nas caçambas de duas picapes incendiadas na cidade mexicana de Culiacán, no oeste do país, disseram funcionários do governo do Estado de Sinaloa, no Pacífico. A polícia suspeita que as mortes estejam ligadas à violência do narcotráfico.

As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.