México negocia reeleição de parlamentares e prefeitos

O México está prestes a encerrar um dos seus maiores problemas políticos ao negociar a reeleição de parlamentares e prefeitos, como parte de uma reforma que tem sido o maior desafio do presidente do país, Enrique Peña Nieto.

AE, Agência Estado

28 Setembro 2013 | 11h24

Acabar com a proibição da reeleição seria um grande avanço para o México, onde os partidos exercem forte controle sobre a maioria dos políticos eleitos. A reeleição traria os políticos para mais perto dos cidadãos, avaliam especialistas, apesar de alguns críticos afirmarem que isso não mudaria muita coisa.

Após ter apoiado reformas no setor de telecomunicações e educação, a oposição do país agora exige mudanças políticas e eleitorais como condição para apoiar as prioridades econômicas de Peña Nieto, como a proposta de abrir o historicamente fechado mercado de petróleo mexicano.

O governo e a oposição negociam uma mudança constitucional que pode permitir que parlamentares e prefeitos tenham dois mandatos consecutivos. A proibição de reeleição permaneceria, porém, para o presidente e para governadores, que têm mandatos de seis anos.

Segundo diversas fontes envolvidas nas negociações, um projeto deve ser votado no Congresso em outubro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Méxicoreeleiçãonegociações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.