México recebe primeiro grupo de cidadãos retirados do Líbano

Um grupo de 19 mexicanos retirados do Líbano nesta semana foi repatriado neste domingo depois de mais de quatro dias de viagem. Vários deles se mostraram muito críticos aos ataques das tropas israelenses no país árabe."Israel não tem sentimentos, está matando o povo (...) Está bombardeando e matando os civis. Não estão respeitando nada. Casas, crianças, gente, tudo está abaixo no Líbano", afirmou Rosalía Bonilla Maldonado, que pedia calma e paz com lágrimas nos olhos. Bonilla Maldonado chegou ao aeroporto da Cidade do México em companhia de seus filhos, Jimil e Kaussar, e de outros mexicanos que estavam com suas famílias. A mexicana deixou para trás 21 anos de vida no Líbano. Além disso, duas de suas filhas não conseguiram abandonar o país, porque se encontravam em uma região que estava sendo bombardeada pelo Exército israelense. Horas antes da chegada dos primeiros mexicanos retirados do Líbano, um grupo com dezenas de simpatizantes da comunidade libanesa no México fez uma manifestação em frente da embaixada dos Estados Unidos no país, exigindo o fim das hostilidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.