México: Sobe a 47 número de mortos por tempestades

Chegou a 47 o número de mortes provocadas pelas duas tempestades que nos últimos dias provocaram extensos estragos nas costas leste e oeste do México. Dezenas de milhares de turistas ficaram presos na cidade de Acapulco, no Oceano Pacífico, e graves danos foram registrados ao longo da costa do Golfo do México.

AE, Agência Estado

17 de setembro de 2013 | 20h05

O número de mortos por causa do furação Ingrid e da tempestade tropical Manuel subiu de 38 para 47 durante ao longo do dia, segundo o coordenador federal de Proteção Civil, Luis Felipe Puente.

Cerca de 60 mil turistas, muitos dos quais provenientes da Cidade do México que foram para a cidade para o feriado prolongado do final de semana, ficaram presos em Acapulco por causa da inundação do aeroporto e do bloqueio de estradas por deslizamentos de terra provocadas por Manuel.

A maior parte da cidade estava sem água e eletricidade. Imagens de televisão mostraram que havia água na altura das canelas ao redor dos balcões de check-in do aeroporto da cidade.

Autoridades trabalharam durante a noite para abrir as estradas e o aeroporto, além de enviar alimentos e outros bens para a cidade, que tem mais de 800 mil habitantes.

O presidente Enrique Peña Nieto visitou a região afetada na segunda-feira e ordenou a intensificação dos esforços para a reabertura a estrada que liga Acapulco à Cidade do México. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
MéxicotempestadeManuelIngrid

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.