Mianmar permite entrada de médicos asiáticos

A junta militar de Mianmar permitiu ontem que uma equipe de médicos tailandeses e indianos entrasse nas áreas mais devastadas do país, para ajudar as vítimas do ciclone do dia 3. Até então, essas áreas eram proibidas para funcionários humanitários estrangeiros. No entanto, um navio francês com mil toneladas em donativos ainda não recebeu autorização para atracar. Pelo menos 78 mil pessoas morreram e 56 mil estão desaparecidas, segundo informações da junta militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.