Luis Hidalgo/AP Photo
Luis Hidalgo/AP Photo

Michele Bachelet lidera eleição presidencial no Chile

Pesquisas apontam vitória de candidata socialista; resultado deve sair ainda hoje

O Estado de S. Paulo,

15 de dezembro de 2013 | 18h13

Atualizado às 19h

Santiago - Os chilenos votaram neste domingo, 15, no segundo turno das eleições presidenciais e as pesquisas apontam para a provável vitória da socialista Michelle Bachelet para um segundo mandato.

Bachelet, que foi a primeira mulher a ser presidente do Chile de 2006 a 2010, está bem à frente de sua rival Evelyn Matthei, economista de centro-direita cuja família tinha ligações próximas com o ditador Augusto Pinochet, o que prejudicou sua campanha.

No primeiro turno das eleições no mês passado, Bachelet conquistou 47% dos votos entre nove candidatos, enquanto Matthei ficou com 25%.

Pesquisa recente feita pela chilena Ipsos e Universidade de Santiago mostrou que Bachelet venceria com entre 63,7% e 66,3% dos votos nas eleições deste domingo, e que Matthei teria cerca de 35% dos votos.

Esta é a primeira vez que duas mulheres se enfrentam pela presidência do Chile, e as duas com ligações pessoas fortes com o passado doloroso do país.

Se vencer, Bachelet terá problemas em levar adiante sua agenda. Seu partido de coalizão, que congrega sociais democratas moderados a comunistas, não conseguir obter o controle das duas casas no Congresso nas eleições ocorridas no mês passado.

Segundo o jornal chileno La Terceira, a votação prossegue até 19h de Brasília e o primeiro resultado oficial, com 40% dos votos apurados, deve ser anunciado uma hora após o fechamento das urnas. O segundo informe, com 90% dos votos apurados, está previsto para às 20h45 de Brasília. (Fonte: Associated Press)

Tudo o que sabemos sobre:
ChileeleiçõesBachelet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.