Micheletti diz que não se arrepende de golpe

HONDURAS

, O Estado de S.Paulo

21 de abril de 2010 | 00h00

O ex-presidente de facto de Honduras Roberto Micheletti (foto) disse que não se arrepende de ter participado do golpe de Estado que derrubou Manuel Zelaya em junho de 2008. "Jamais me arrependerei do que fiz", disse Micheletti. "Se não tivéssemos atuado, a essa altura o país já estaria às ordens do golpista Hugo Chávez." Segundo ele, o líder venezuelano quer monopolizar politicamente toda a América Central.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.