Evan Vucci/AP
Evan Vucci/AP

Michelle Obama cria conta no Snapchat para promover educação para as meninas

Ela quer usar a rede social para que jovens acompanhem a viagem que fará com as filhas a Libéria, Marrocos e Espanha

O Estado de S. Paulo

22 Junho 2016 | 05h00

WASHINGTON - A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, começou a utilizar o popular serviço de mensagens Snapchat nesta terça-feira para animar os jovens a acompanhar a viagem que fará com as filhas a Libéria, Marrocos e Espanha e encorajar a educação para meninas.

Com esta conta no Snapchat, "MichelleObama", a Casa Branca quer dar "aos jovens uma maneira divertida de acompanhar a viagem" que a primeira-dama fará entre os dias 27 e 1.º com suas filhas adolescentes, Malia e Sasha, e sua mãe, Marian Robinson.

 

Ela também será usada para promover sua iniciativa "Let Girls Learn" (deixemos que as meninas aprendam), lançada em março de 2015 para dar acesso à educação a 62 milhões de meninas e adolescentes em todo o mundo que não vão à escola.

As atrizes Meryl Streep e Freida Pinto, estrela de "Quem quer ser um milionário?", também devem se juntar a ela na África.

O primeiro Snapchat de Michelle, divulgado nesta terça-feira, foi uma selfie com a legenda: "Oh hey! Vejam quem acabou de se juntar ao @Snapchat. Adicionem: MichelleObama".

A Casa Branca aderiu em janeiro ao Snapchat, uma rede social de fotos e vídeos instantâneos que desaparecem segundos depois de ser vistos, dentro de uma estratégia digital com a qual tenta aproximar as políticas do presidente Barack Obama à geração mais jovem. / EFE e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.