Jim Young/AFP Photo
Jim Young/AFP Photo

Michelle Obama é a mulher mais admirada pelos americanos, diz pesquisa

A ex-primeira-dama superou Hillary Clinton, que por 17 anos permaneceu em primeiro lugar no levantamento anual do instituto de pesquisa Gallup

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de dezembro de 2018 | 16h41

WASHINGTON - A ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama foi nomeada a mulher mais admirada pelos americanos, segundo um levantamento anual do instituto de pesquisa Gallup publicado nesta quinta-feira, 27. Ela desbancou Hillary Clinton, que por 17 anos esteve no topo da lista e em 2018 caiu para o terceiro lugar. Recentemente, a mulher do ex-presidente Barack Obama lançou a autobiografia "Minha História", best-seller nos EUA.

Enquanto Michelle teve 15% dos votos dos entrevistados, a segunda mulher mais admirada foi a apresentadora de televisão Oprah Winfrey (5%). Em quarto lugar aparece a atual primeira-dama dos EUA, Melania Trump, lembrada por 4% dos entrevistados (mesmo número de Hillary).

A rainha Elizabeth II, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e a ex-embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas, Nikki Haley, também estão entre as dez primeiras da lista.

Entre os homens mais admirados, Barack Obama foi o nome mais citado pelo 11º ano seguido por 19% dos americanos. Ele foi seguido por Donald Trump (13%), há quatro anos consecutivos na segunda posição. George W. Bush e o Papa Francisco aparecem em seguida com 2% cada.

A pesquisa da Gallup foi conduzida de 3 a 12 de dezembro com 1.025 pessoas e pediu que os entrevistados dissessem qual homem e mulher do mundo eles mais admiram. A pesquisa existe desde 1946. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.