Microfones ocultos são encontrados na sede da UE

Autoridades da União Européia encontraram microfones escondidos em escritórios utilizados pelas delegações da França e da Alemanha na sede central em Bruxelas, em mais um escândalo de espionagem envolvendo membros do Conselho de Segurança da ONU.O porta-voz da UE, Domique George Marro, disse nesta quarta-feira que a entidade investiga o caso, mas não há suspeitos para os autores do grampo.Segundo o porta-voz, foram encontrados outros microfones, sem informar quantos e em quais escritórios.?Encontramos também algumas anomalias nas linhas telefônicas?, durante uma inspeção de rotina há alguns dias. No entanto, acrescentou, somente algumas linhas tinham escutas.No início do mês o jornal inglês The Observer denunciou que os EUA grampearam o telefone de alguns membros do Conselho de Segurança para sondar possíveis vetos a uma guerra contra o Iraque. O jornal teve acesso a um memorando de um alto agente do serviço secreto que trabalha na Agência de Segurança Nacional, um projeto do governo americano para interceptar comunicações em todo o mundo.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.