Mídia da Jordânia diz que reféns franceses serão soltos

A França intensifica seus esforços para salvar os dois jornalistas capturados por terroristas no Iraque, mantendo discussões em Paris e por todo o mundo árabe. A agência de notícias oficial da Jordânia, Petra, informa que os dois franceses serão libertados ?nas próximas horas?. Segundo a agência, a previsão vem de ?fontes bem informadas?.O presidente da França, Jacques Chirac, afirmou que todos os esforços serão empreendidos para libertar os jornalistas ? mas seu governo se recusa a atender à exigência dos seqüestradores, de que a lei francesa que proíbe símbolos religiosos nas escolas públicas seja anulada.O chanceler francês Michel Barnier lançou um segundo dia de conversações diplomáticas no Oriente Médio, pedindo ? e conquistando ? apoios fundamentais de governos árabes e de poderosos grupos islâmicos, que elogiam a postura francesa contra a invasão do Iraque.?Por causa da distinta posição da França rejeitando a ocupação anglo-americana do Iraque, apelamos para que as pessoas que seqüestraram os jornalistas poupem suas vidas?, dissa Frente de Ação Islâmica, maior grupo de oposição na Jordânia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.