Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Mil soldados ocupam Manila no dia de julgamento de rebeldes

Antonio Trillanes e Danilo Lim, que ser amotinaram na semana passada, estão entre os militares que serão julgados

Efe,

11 de dezembro de 2007 | 02h23

Mil soldados foram postados nesta terça-feira, 11, em Makati, o distrito financeiro de Manila, onde serão julgados por rebelião os militares envolvidos no motim de 2003. Alguns deles voltaram a se amotinar na semana passada para exigir a renúncia da presidente, Gloria Macapagal Arroyo. Veja também: Soldados tomam hotel das Filipinas em tentativa de golpe Soldados rebeldes se entregam nas Filipinas  Um comboio militar conduziu esta manhã os acusados até a Prefeitura de Makati. Entre eles estão o senador e ex-militar Antonio Trillanes e o brigadeiro-general Danilo Lim, que estavam detidos em Camp Crame, sede da Polícia. Os soldados estabeleceram uma rede de segurança na área da Prefeitura e cortaram o tráfego em várias ruas como medida de segurança. No fim de novembro, os dois acusados conseguiram fugir e ocupar o hotel Península, onde tentaram provocar uma revolta popular contra a presidente. Horas depois, entretanto, eles se entregaram às autoridades. Trillanes, Lim e o ex-vice-presidente Teofisto Guingona, que também participou da ocupação do hotel, acusaram a presidente de ilegitimidade no cargo, já que teria organizado uma fraude para ganhar as eleições.

Tudo o que sabemos sobre:
Filipinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.