Milhares de americanos protestam contra Guerra do Iraque

Milhares de manifestantes em diversos pontos dos EUA participaram de manifestações de protesto contra a Guerra do Iraque, que na segunda-feira, dia 20, completa seu terceiro aniversário. Cerca de mil manifestantes se concentraram, sábado, na Times Square, em Nova York, nas proximidades de um escritório de recrutamento do Exército, fortemente protegida pela polícia. Os manifestantes repetiam palavras de ordem como "que pare a máquina de guerra dos EUA, desde o Iraque à Coréia às Filipinas". Wael Musfar, da Liga Árabe Muçulmana Americana, dirigiu-se aos manifestantes para pedir o "final da hipocrisia" e para que "nossos soldados voltem já para casa". Em Chicago cerca de 7.000 manifestantes ocuparam a Avenida Michigan, no coração da cidade, segundo dados fornecidos pela polícia. Durante este domingo estão convocados outros atos de protesto em todo o país. Milhares de pessoas se manifestaram contra a guerra no sábado em países como o Reino Unido e a Austrália, principais aliados dos EUA no Iraque. A queda gradual nos últimos meses do apoio dos americanos à Guerra do Iraque foi, segundo as pesquisas, um dos principais fatores da queda de popularidade do presidente George W. Bush, que atingiu os níveis mais baixos em seus cinco anos de mandato.

Agencia Estado,

19 Março 2006 | 05h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.