Milhares de indianos tentam fugir da área de desastre

Milhares de famílias carregando o que restou de suas posses acamparam na principal estação ferroviária do Estado de Gujarat nesta quinta-feira, desesperadas para pegar um trem com destino a algum lugar distante após os seis dias de terror que se seguiram a um terremoto que causou mais de 14.200 mortes.Guindastes derrubaram prédios e muros danificados para evitar a queda deles sobre os cerca de 600.000 desabrigados que agora vivem em acampamentos ou nas ruas. As equipes de resgate continuaram com seu trabalho, gritando por entre as fendas dos escombros numa derradeira tentativa de encontrar sobreviventes após o terremoto de 7,7 graus na escala Richter, ocorrido em 26 de janeiro. Enquanto isso, tremores secundários de até 4,8 graus de magnitude continuavam reverberando pela região. O número oficial de mortos atingiu 14.240 nesta quinta-feira. Autoridades locais calculam que o número de vítimas fatais pode chegar a 35.000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.