Milhares de ´intocáveis´ se convertem na Índia

Milhares de pessoas participaram no sábado de cerimônias de conversão em massa na cidade de Nagpur, na Índia. Nas cerimônias, hindus da casta mais baixa do país (Dalits) estão se convertendo ao budismo ou cristianismo para fugir da discriminação e protestar contra as injustiças do sistema de castas indiano.Ao se converterem, os Dalits, também conhecidos como intocáveis, podem escapar do preconceito e da discriminação que sofrem. As cerimônias marcam ainda o aniversário de 50 anos da conversão ao budismo do acadêmico Bhimrao Ramji Ambedkar, o primeiro Dalit proeminente a incentivar a troca de religião.Como o principal autor da Constituição indiana, ele estabeleceu leis antidiscriminação e sistemas de cotas. Mas, apesar da lei, o preconceito persiste e a grande maioria dos Dalits ainda vive isolada em áreas rurais.DignidadeAs cerimônias, realizadas em um parque de Nagpur, começaram com discursos de líderes religiosos contra o tratamento das castas mais baixas. Dezenas de policiais da tropa de choque foram enviados ao local. Segundo o líder Dalit Udit Raj, cerca de 2.500 pessoas se converteram.O presidente da Rede para a Liberdade Dalit, Joseph D´Souza, que é convertido ao cristianismo, disse que os Dalits podem buscar a dignidade ao mudarem de religião. "Eu acho que é importante entender que isso é um apelo por dignidade humana, por valor humano", disse D´Souza à BBC.Um dos Dalits que se converteram ao budismo neste sábado, Dhammachari Manidhamma, disse que é impossível atingir a igualdade social no hinduísmo. "Os ensinamentos de Buda foram para a humanidade, e Buda acreditava na igualdade. Já na religião Hindu, os ensinamentos são apenas de desigualdade."Cerimônias de conversão em massa similares estão acontecendo neste mês em outras partes da Índia. Mas vários Estados governados pelo partido nacionalista hindu, o BJP - entre eles Rajastão, Madhya Pradesh e Tamil Nadu - introduziram leis para dificultar as conversões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.