Milhares de koalas podem ter morrido em incêndio

Os incêndios florestais estão ameaçando um dos principais ícones nacionais da fauna australiana: os ursos koala. O hábitat natural desses animais foi reduzido a cinzas e milhares deles podem ter morrido ou ficado feridos, disseram hoje especialistas em vida selvagem. A população de koalas já era ameaçada antes, pelo desenvolvimento humano. Muitos deles podem ter morrido em decorrência dos incêndios que afetam o Estado australiano de Novas Gales do Sul. Pode levar 15 anos para que a população de koalas se recupere, acredita o Servço Nacional de Parques e Vida Selvagem. "Os koalas são muito vulneráveis. Eles se movem lentamente", disse o diretor do Serviço, Brian Gilligan. "Não tenho dúvida de que milhares de koalas morreram ou ficaram feridos nos incêndios." A Fundação Australiana do Koala, que luta pela maior proteção para a espécie, estima em menos de 100.000 a população de koalas.

Agencia Estado,

04 Janeiro 2002 | 13h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.