Milhares de manifestantes pedem renúncia de presidente de Taiwan

Milhares de manifestantes bloquearam umarua central de Taipé neste domingo como forma de exigir arenúncia do presidente de Taiwan, Chen Shui-bian, envolvido emdenúncias de corrupção. A multidão se reuniu no aniversário de uma manifestaçãocontra o presidente ocorrida em 2006. Na época, o protestoatraiu cerca de 50 mil pessoas no primeiro dia e durou mais deum mês. Desta vez, porém, os manifestantes disseram que a situaçãohavia piorado. "A diferença entre este ano e o ano passado éque Chen representa um insulto agora", disse Crystal Hsu, 50anos, professora de uma escola em Taipé que participava doprotesto. Os manifestantes bloquearam uma passagem em frente aogabinete do presidente vestindo camisetas vermelhas e chifresiluminados enquanto gritavam pela renúncia de Chen. Opresidente não respondeu ao protesto. Foram utilizadas 30 mil velas pelos manifestantes. Em novembro do ano passado, a esposa de Chen foi indiciadapor corrupção envolvendo o uso inapropriado de 448 mil dólaresde um fundo destinado a questões presidenciais. Chen afirmou que renunciaria caso a justiça decidisse quesua família era culpada pelo crime de corrupção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.