Milhares de pessoas comemoram a chegada de 2008 em Sydney

Enquanto população celebra na Austrália, explosões ferem 27 pessoas em cidade turística na Tailândia

Associated Press,

31 de dezembro de 2007 | 10h35

Dezenas de milhares de pessoas acompanharam  nesta segunda-feira, 31, na Ponte Harbor, em Sydney, um espetáculo de pirotecnia, figurando entre os primeiros habitantes da Terra a entrarem no ano-novo, enquanto explosões inesperadas causaram tumulto de deixaram feridos em algumas regiões da Ásia.   Na Tailândia, 27 pessoas ficaram feridas depois que, dizem as suspeitas, insurgentes islâmicos explodiram cinco bombas em uma cidade turística próxima à fronteira com a Malásia. Três pessoas ficaram feridas em um incêndio que atingiu lojas de fogos de artifício nas Filipinas.   Na maior cidade da Austrália, cerca de um milhão de pessoas eram esperadas no porto ou em 3 mil embarcações no porto de Sydney para celebrar a entrada de 2008. Alguns espectadores passaram a noite acampados no porto para garantir a melhor vista do espetáculo.   Com o tema "O momento de nossas vidas", a queima de fogos na cidade incluiu 20 mil efeitos pirotécnicos que partirão da ponte, segundo o diretor criativo do espetáculo, Wayne Harrison.   O show começou às 21 horas (7h em Brasília) com uma apresentação de luz e fogos artificiais para as crianças, e culminou no espetáculo central à meia-noite (11h de Brasília).   No Japão, que receberá o ano-novo duas horas depois de Sydney, as três principais operadoras de telefonia celular pediram à população que evitem de ligar ou mandar mensagens para a família e amigos nas primeiras duas horas de 2008, para evitar uma sobrecarga no sistema.   "Nós tentaremos entregar quantas congratulações conseguirmos, mas talvez tenhamos que restringir os serviços temporariamente", dizia um anúncio das empresas publicadas nos maiores jornais do país.   Na Tailândia, que saudará 2008 quatro horas depois de Sydney, bombas explodiram no hotel e na área de lazer de Sungai Kolok, incluindo duas dentro da discoteca do hotel e uma escondida em uma moto na frente de um hotel, disse o porta-voz da polícia coronel Akara Thiprote.   "Sungai Kolok é uma cidade turística e as pessoas estavam aqui para celebrar a chegada do ano-novo. Eu acredito que essa deve ter sido a razão pela qual atacaram a cidade", disse Akara.   Nas Filipinas, três horas atrás de Sydney, um incêndio destruí nove lojas de fogos de artifício em Manila, enchendo o céu de chamas e fumaça e ferindo duas pessoas.   Os investigadores acreditam que o fogo foi acidentalmente causado por um cigarro ou um teste descuidado de fogos.

Tudo o que sabemos sobre:
Réveillon 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.