Milhares de pessoas protestam contra Putin em Moscou

Milhares de pessoas realizaram um protesto em Moscou contra o primeiro-ministro Vladimir Putin e seu partido, o Rússia Unida, que conquistou a maioria dos votos nas eleições parlamentares de domingo num pleito que, segundo observadores, foi marcado por fraudes.

AE, Agência Estado

05 de dezembro de 2011 | 16h36

Foi provavelmente a maior manifestação de oposição realizada em anos e terminou com a prisão de alguns ativistas. A seguir, um grupo de algumas centenas de pessoas marchou na direção da Comissão Eleitoral Central, cujo prédio fica perto do Kremlin, mas foi impedido pela polícia. As pessoas foram levadas do local em ônibus.

Estima-se que o número de participantes no protesto - realizado na noite desta segunda-feira (horário local) na capital russa tenha - tenha ficado entre 5 mil e 10 mil pessoas, que gritavam "Rússia sem Putin".

O partido do premiê conquistou cerca de 50% dos votos, resultado que políticos opositores e monitores eleitorais disseram que foi inflado por causa de medidas fraudulentas. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.