Milhares de sérvios protestam contra nova lei trabalhista

Milhares de trabalhadores tomaram nesta quarta-feira as ruas de Belgrado e de outras oito importantes cidades da Sérvia - a maior província da Iugoslávia - para protestar contra uma mudança na lei trabalhista que, segundo eles, facilitaria as demissões. A nova legislação deverá ser levada à discussão e votação no parlamento sérvio na próxima semana. Os trabalhadores, liderados pela Associação dos Sindicatos Sérvios, ameaçam com uma greve geral caso o governo não desista de modificar a atual lei trabalhista. Em Belgrado, mais de 5.000 manifestantes bloquearam o centro da cidade. As outras oito cidades que foram palcos de protestos reuniram no total cerca de 10.000 pessoas. O gabinete sérvio vem enfrentando nas últimas semanas uma onda de greves e protesto à raiz de duras reformas econômicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.