Milhares fogem após erupção de vulcão na Indonésia

Vulcão Sinabung, localizado na ilha de Sumatra, estava inativo havia 400 anos.

BBC Brasil, BBC

29 de agosto de 2010 | 08h36

Ao menos 10 mil pessoas foram obrigadas a fugir neste domingo de suas casas na Indonésia após a erupção de um vulcão na ilha de Sumatra que estava inativo havia 400 anos.

As autoridades locais emitiram um alerta após o monte Sinabung começar a expelir lava pouco após a meia-noite (16h de sábado em Brasília).

As cinzas do vulcão teriam sido expelidas a 1.500 metros de altura. Testemunhas disseram que era possível ver a lava do vulcão a vários quilômetros de distância.

O monte Sinabung está localizado a cerca de 60 quilômetros de Medan, a principal cidade da ilha de Sumatra.

O vulcão havia expelido fumaça durante todo o dia no sábado, mas os níveis de alerta não haviam sido elevados, e a mídia local disse que os moradores da região foram surpreendidos com a erupção.

'Bola de fogo'

O diário local The Medan Tribune citou a declaração de um morador que disse ter entrado em pânico e saído correndo ao ver a lava correndo em sua direção "como uma bola de fogo".

O porta-voz da defesa civil indonésia, Priyadi Kardono, disse à BBC que mais de 10 mil pessoas estavam sendo retiradas de suas casas nos vilarejos próximos ao vulcão.

Apesar disso, ele afirmou que algumas das pessoas retiradas já haviam retornado às suas casas após a atividade vulcânica ter diminuído.

O arquipélago que forma a Indonésia está em uma área do Oceano Pacífico conhecida como "Anel de Fogo", com 129 vulcões ativos.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.