Milhares marcham no Marrocos por mudanças

RABAT, MARROCOS

, O Estado de S.Paulo

21 de fevereiro de 2011 | 00h00

Milhares de marroquinos participaram ontem de manifestações em várias cidades do país, exigindo reformas políticas, assim como a limitação dos poderes do rei, na primeira iniciativa do tipo no país desde o começo dos levantes no mundo árabe.

Entre 3 mil e 4 mil pessoas, segundo uma fonte da polícia, reuniram-se em Rabat antes de marchar por uma grande avenida do centro da cidade, gritando "O povo quer a mudança". Também foram registradas manifestações de milhares de pessoas em outras cidades, como Casablanca, Tânger e Marrakech.

Em Marrakech, cerca de 200 pessoas que não participaram da manifestação atacaram e saquearam lojas e atiraram pedras contra um prédio público.

Ocorreram incidentes similares em Larache, onde jovens atacaram prédios públicos. As forças de segurança, no entanto, não intervieram em nenhum dos dois casos.

Depois dos acontecimentos na Tunísia e no Egito, jovens marroquinos lançaram no site de relacionamentos Facebook o "movimento de 20 de fevereiro", pedindo manifestações pacíficas por uma nova Constituição que limite os poderes do rei e mais justiça social. / AFP e AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.