Milhares protestam contra o governo no México

Sindicalistas, radicais de esquerda e agricultores começam a ocupar a capital do México para uma demonstração maciça de oposição aos planos do governo de aumento de impostos e privatizações. Espera-se que a passeata, considerada a maior no México em 10 anos, arrebate cerca de 150.000 manifestantes. Embora a organização do movimento tenha prometido uma demonstração pacífica, milhares de policiais estão a postos.A multidão de manifestantes reflete a crescente frustração popular com o presidente Vicente Fox e com planos governamentais que levaram a uma crescente paralisia política e a uma forte queda do peso mexicano frente ao dólar.Os manifestantes se opõem principalmente à proposta de fim de uma isenção de imposto sobre mercadorias para remédios e alimentos e ao aumento da participação privada no setor elétrico.Mesmo entre as grandes empresas, normalmente alinhadas com Fox, há nervosismo crescente. ?Os interesses nacionais não podem continuar reféns de discussões intermináveis entre partidos políticos ou disputas internas?, dizem as principais organizações empresariais do país, num anúncio de página inteira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.