Eranga Jayawardena/AP
Eranga Jayawardena/AP

Milhares protestam no Sri Lanka contra filme que ofende profeta Maomé

Eles exigem que os EUA punam os envolvidos na produção do vídeo e proíbam a circulação

AE, Agência Estado

24 de setembro de 2012 | 11h38

COLOMBO - Milhares de muçulmanos foram às ruas do Sri Lanka nesta segunda-feira, 24, para protestar contra o filme que ofende o profeta Maomé. Eles exigem que o Estados Unidos punam os envolvidos na produção do vídeo e proíbam sua circulação.

Veja também:

linkDe Nigéria a Atenas, protestos islâmicos continuam

linkContra ofensas a Maomé, greve geral atinge Bangladesh neste domingo

forum CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

Mais de 5 mil manifestantes bloquearam o trânsito durante marcha na capital do país, Colombo, carregando cartazes com dizeres como "EUA proíbam o filme no YouTube", "Punição para os envolvidos" e "Nossos corações estão feridos e peitos cheio de raiva."

Um dos organizadores do protesto, Kamil Hussain, disse que "insultar um líder religioso não é liberdade de expressão". Líderes norte-americanos condenaram o filme, mas afirmam que leis de liberdade de expressão o protegem.

As informações são da Associated Press.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.