Milhares saem às ruas para protestar contra Berlusconi

Milhares de italianos saíram às ruas de Roma hoje para protestar contra o governo liderado pelo primeiro-ministro Silvio Berlusconi. O protesto foi convocado pela principal agremiação opositora, o Partido Democrata, e os participantes exigiam a renúncia do chefe de governo, informaram emissoras locais de televisão.

AE, Agência Estado

05 de novembro de 2011 | 16h31

Os manifestantes ecoaram a pressão de todos os principais líderes de oposição, que exigem a renúncia de Berlusconi, segundo a mídia italiana. Pier Luigi Bersani, líder da oposição de centro-esquerda a Berlusconi, disse que "ou o primeiro-ministro renuncia ou vai perder a próxima eleição".

Bersani e outros líderes de oposição têm participado de reuniões com o presidente da Itália, Giorgio Napolitano, para discutir a crise econômica e o impasse político vividos pelo país. Em uma entrevista coletiva concedida ontem, Napolitano observou que a Itália está diante de uma grave crise de credibilidade e não pode dar sinais de "falta de determinação ou de confiabilidade".

Na próxima semana, o governo Berlusconi será submetido a importante votação de reformas no orçamento. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaBerlusconiprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.