Milhares são deslocados na China devido à chegada do Jangmi

Tufão está a 210 quilômetros ao sudeste de Zhejiang; ele ameaça ainda a província de Fujian

Efe,

29 de setembro de 2008 | 01h40

Mais de 460.000 pessoas foram deslocadas nas províncias orientais de Fujian e Zhejiang, diante da chegada à China do tufão Jangmi, segundo informou nesta segunda-feira, 29, a agência oficial de notícias Xinhua. O Observatório Nacional de Meteorologia da China lançou um alerta advertindo da proximidade do Jangmi, que está a 210 quilômetros ao sudeste de Zhejiang. Durante esta segunda-feira continuará se movimentando a uma velocidade entre 15 e 20 km/h em direção à parte continental da China, com especial periculosidade nas duas províncias mencionadas. Assim, na província de Fujian, situada em frente à ilha de Taiwan, as autoridades decidiram evacuar 267.000 pessoas que vivem na zona litorânea e obrigaram a amarrar 51.000 navios que trabalhavam na região. Em Zhejiang, cerca de 200.000 pessoas foram desalojadas e 25.000 embarcações foram levadas para os portos.

Tudo o que sabemos sobre:
tufãoJangmiChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.