Milhares se reúnem para lembrar morte de Hariri

Milhares de pessoas se reuniram neste sábado em Beirute para lembrar o quarto aniversário da morte do ex-primeiro-ministro Rafik Hariri em um atentado com carro-bomba na capital libanesa.O ato ocorre a três meses das eleições legislativas, consideradas cruciais para o futuro do país.Hariri perdeu a vida em um atentado com carro-bomba em 14 de fevereiro de 2005. Além de Hariri, mais 22 pessoas morreram na explosão, entre elas o deputado e ex-ministro Bassel Fleihan.Políticos anti Síria culpam Damasco pelo atentado. O governo sírio, por sua vez, nega envolvimento no episódio. A morte de Hariri apressou o fim da presença militar síria no Líbano depois de quase três décadas. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.