Milhões pedem referendo contra Chávez, diz oposição

A oposição venezuelana anunciou que conseguiu de 3,6 milhões de assinaturas para convocar um referendo pelo fim do mandato do presidente Hugo Chávez. Os nomes ainda devem ser verificados oficialmente pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE). O líder da coalizão da Coordenadoria Democrática, Enrique Mendoza, classificou a coleta de assinaturas feita no último final de semana como "uma vitória", já que a oposição, segundo ele, conseguiu superar o mínimo de assinaturas necessário para convocar a consulta popular.A Constituição prevê que para se convocar um referendo revogatório é necessário apresentar ao CNE 20% das assinaturas do padrão eleitoral (o que representa 2,4 milhões de nomes). "Nada nem ninguém vai nos tirar essa possibilidade de realizarmos o referendo", disse Mendoza à imprensa.O ministro da Infra-estrutura, Diosdado Cabello, ratificou as acusações de fraude contra os opositores. Mas, segundo ele, o governo aceitará qualquer decisão que vier a ser tomada pelo CNE, sobre a validade das assinaturas coletadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.