Milícia no Irã está invadindo casas, diz ONG

A organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch acusou neste sábado a milícia iraniana Basij de realizar batidas noturnas, destruir casas e espancar civis. Segundo a ONG, as invasões são uma tentativa de acabar com os gritos contra o governo que são feitos de telhados durante a noite.

LUCIANA XAVIER, Agencia Estado

27 de junho de 2009 | 13h58

A Human Rights informou também que antenas de satélite foram confiscadas ou destruídas para evitar que a população assista a canais de notícias estrangeiros. "Enquanto as atenções do mundo estão voltadas para a violência nas ruas do Irã durante o dia, os Basijis estão invadindo casas durante a noite", disse a diretora para o Oriente Médio da Human Rights Watch, Sarah Leah Whitson, em comunicado no site. "As testemunhas estão nos dizendo que os Basijis estão destruindo ruas inteiras, até mesmo vizinhanças, assim como casas individuais, na tentativa de parar com os gritos noturnos dos telhados", acrescentou. As informações são do site da Human Rights Watch.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãmilícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.