Milícia radical islâmica mata 10 soldados

Pelo menos dez soldados somalis foram mortos ontem pelo grupo fundamentalista islâmico Al-Shabab, ligado à Al-Qaeda, em um ataque dos insurgentes contra um posto militar na região semiautônoma de Puntland, no norte da Somália. Os rebeldes afirmam que mataram 29 soldados, mas a informação não foi confirmada pelas autoridades somalis, que dizem ter matado 7 milicianos em resposta ao ataque. Na capital do Quênia, Nairobi, uma explosão em um bairro de predominância somali deixou nove feridos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.