Milicianos assassinam 43 soldados na Argélia

Quarenta e três soldados morreram e 25 ficaram gravemente durante dois ataques ocorridos no final de semana por milicianos islâmicos na Argélia, informou um jornal local em sua edição de domingo.O ataque mais sangrento ocorreu na noite de sábado, em Teniet El Abed, um povoado ao sul da cidade da Biskra, 450 quilômetros ao sudoeste de Argel, a capital, informou o diário Le Matin, citando funcionário de hospitais.Segundo o jornal, os milicianos islâmicos detonaram uma série de artefatos explosivos enquanto as tropas passavam em caravana pelo povoado. Os feridos foram levados a um hospital em Biskra e na vizinha Batna.Em outro ataque, seis soldados ficaram seriamente feridos quando seu comboio foi emboscado em Lajdaria, a cerca de 90 quilômetros a oeste de Argel.Funcionários argelinos da defesa não confirmaram imediatamente a versão jornalística. Mais de 120 mil pessoas morreram durante mais de uma década de instabilidade civil na Argélia, onde os milicianos islâmicos perpetraram matanças praticamente desde o cancelamento das eleições parlamentares de 1992.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.