Milicianos palestinos libertam refém americano

Milicianos das Brigadas dos Mártires deal-Aqsa libertaram o refém americano Michael Leighton Phillips, de 24 anos, mas seus quatro seqüestradores fugiram, informaram fontes da milícia em Nablus. Philipps, um voluntário americano do Programa Esperança, ensinava inglês em campos de refugiados do norte da Cisjordânia. Há dois dias, ele foi seqüestrado por uma desconhecida organizaçãopalestina, a Ansar Assuna. A organização disse que a ação tinha como objetivo enfrentar a guerra dos Estados Unidos contra o Islã, e exigir a libertação de mulheres e menores palestinos detidos em prisões de Israel. O seqüestrado foi entregue na noite de quarta-feira ao ex-prefeito de Nablus, Ghassan Shaka, e a um oficial da segurança palestina. Osdois pertencem ao movimento Fatah, assim como as Brigadas de Al-Aqsa. Em agosto, um correspondente e um câmera da rede de TV "Fox News" aviam sido seqüestrados na Cidade de Gaza. Os dois também foram libertados após duas semanas em cativeiro, porque "se converteram aoIslã", segundo os seqüestradores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.