Milícias fecham três refinarias de petróleo na Líbia

Um ex-comandante das forças rebeldes da Líbia disse que milícias fecharam três refinarias de petróleo no leste do país nesta sexta-feira, para pressionar o governo de transição a cancelar as eleições que acontecem neste sábado. Fadlallah Haroun afirmou que as milícias ocuparam refinarias em Ras Sedr, Brega e Sedra.

AE, Agência Estado

06 de julho de 2012 | 11h28

As milícias também bloquearam a principal rodovia costeira que liga o leste com o oeste do país e saquearam o escritório da comissão eleitoral de três cidades. Eles querem o cancelamento do pleito que vai eleger os 200 membros da nova Assembleia Nacional da Líbia, pois acreditam que a votação vai marginalizar o leste, região rica em petróleo e que terá menos de um terço do Parlamento.

A Assembleia Nacional terá a missão de formar um governo de transição até uma Constituição ser aprovada. Alguns no leste defendem que eleições as devem ser boicotadas. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Líbiaeleiçãopetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.