Milícias fecham três refinarias de petróleo na Líbia

Um ex-comandante das forças rebeldes da Líbia disse que milícias fecharam três refinarias de petróleo no leste do país nesta sexta-feira, para pressionar o governo de transição a cancelar as eleições que acontecem neste sábado. Fadlallah Haroun afirmou que as milícias ocuparam refinarias em Ras Sedr, Brega e Sedra.

AE, Agência Estado

06 de julho de 2012 | 11h28

As milícias também bloquearam a principal rodovia costeira que liga o leste com o oeste do país e saquearam o escritório da comissão eleitoral de três cidades. Eles querem o cancelamento do pleito que vai eleger os 200 membros da nova Assembleia Nacional da Líbia, pois acreditam que a votação vai marginalizar o leste, região rica em petróleo e que terá menos de um terço do Parlamento.

A Assembleia Nacional terá a missão de formar um governo de transição até uma Constituição ser aprovada. Alguns no leste defendem que eleições as devem ser boicotadas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Líbiaeleiçãopetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.