Milionário chinês convence cem outros a doar fortuna

Um multimilionário chinês convenceu mais de cem empreendedores a doar toda sua fortuna pessoal, anunciou a mídia estatal na quarta-feira, antes da visita ao país de dois dos homens mais ricos do mundo, para promover a filantropia.

REUTERS

15 de setembro de 2010 | 12h12

Dono de uma fortuna estimada em 440 milhões de dólares, segundo a lista Hurun de pessoas mais ricas do ano passado, Chen Guangbiao, que já é um dos maiores doadores chineses a causas justas, disse que quando morrer deixará sua fortuna inteira para a caridade.

Chen foi também um dos primeiros empresários chineses que anunciou que participará de um jantar na China este mês promovido pelos filantropos bilionários Warren Buffett e Bill Gates, que vão ao país para divulgar sua campanha, "Promessa de Doar".

Até agora, segundo a mídia chinesa, muitos chineses ricos estão evitando participar do evento.

Mas, de acordo com a agência de notícias estatal Xinhua, Chen disse ter persuadido mais de cem empresários que "atenderam a seu apelo para doarem toda sua riqueza pessoal à sociedade".

Bill Gates, fundador da Microsoft, e o investidor Warren Buffett disseram em carta esta semana que não vão pressionar famílias mega-ricas a aderir à campanha, porque a China precisa desenvolver cultura própria de filantropia.

A filantropia na China encerra complicações que vão além dos possíveis desperdícios ou corrupção que preocupam doadores ocidentais de ajuda.

Alguns chineses ricos temem que doações generosas possam expor fortunas maiores do que o calculado pelo governo ou rivais deles, chamando atenção indesejada para eles.

(Reportagem de Ben Blanchard)

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAMILIONARIOSFILANTROPIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.