Militante do MST é expulso de Israel

O líder gaúcho do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Mário Lill, foi expulso hoje de Israel. Ele saiu da prisão e seguiu para o aeroporto de Tel Aviv. O representante da embaixada brasileira, Roberto Coutinho, acompanhou Lill. O ativista do MST ficou três semanas no complexo da Autoridade Palestina (AP) em Ramallah, na Cisjordânia, e foi detido ontem pelo governo de Israel. Ele deve chegar ao Brasil amanhã às 5 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.