Militante suicida ataca comboio militar no Afeganistão

Um militante suicida jogou seu carro repleto de explosivos na direção de um comboio militar americano no leste do Afeganistão, deixando um civil morto e dois feridos neste domingo, informou a polícia local.O ataque ocorreu em uma movimentada rodovia nos arredores de Khost, disse o general Sakhi Amir, comandante interino da polícia local.O major Dominic White, porta-voz das forças estrangeiras lideradas pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), disse que não houve vítimas entre os soldados que viajavam no comboio militar americano.No sul do país, o governador de Kandahar, Asadullah Khalid, disse que 30 supostos rebeldes morreram em ataques aéreos promovidos por forças da Otan ao longo das últimas quatro noites. Soldados e policiais afegãos participaram da operação em Panjawyi e Zadi, distritos da província afegã de Kandahar.Enquanto isso, autoridades francesas informaram que o país retirará do Afeganistão uma força de elite composta por 200 soldados. "Está havendo uma reorganização geral de nossas tropas", disse a ministra francesa da Defesa, Michele Alliot-Marie, durante visita ao Afeganistão. Sua palavras foram levadas ao ar em Paris pela rádio France-Info.Os demais 1.100 integrantes do contingente francês da Otan continuarão no Afeganistão, disse o capitão Sebastien Caron, assessor de imprensa do Ministério da Defesa da França.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.