Militantes ameaçam Israel em mensagem em hebraico

Milicianos palestinos inspirados pela rede extremista Al-Qaeda divulgaram hoje uma ameaça a Israel em hebraico. Na mensagem, publicada em uma página na internet bastante usada por radicais islâmicos para transmitir ameaças, um grupo que se autoidentifica como Ansar al-Sunna promete vingar a morte de dois milicianos em um ataque israelense contra Gaza ontem.

AE, Agência Estado

18 de novembro de 2010 | 17h27

Aparentemente, trata-se da primeira vez que um grupo pouco conhecido inspirado na Al-Qaeda e estabelecido em Gaza divulga uma ameaça em hebraico, apesar de organizações radicais maiores, como o Hamas e o Hezbollah, já o terem feito antes.

A gravação vem à tona apenas um dia depois de Israel ter lançado um ataque aéreo contra Gaza no qual morreram dois integrantes do Exército do Islã. Acredita-se que os dois grupos mantenham relações estreitas. "Matar nossos companheiros não nos impedirá de continuar com a jihad. Isso não trará segurança a vocês", diz uma voz na gravação ao mencionar o nome dos dois homens mortos. "Continuaremos disparando foguetes se Deus assim desejar, até que vocês deixem a Palestina", prossegue a mensagem, sempre em hebraico. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
terrorismoameaçaIsraelhebraico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.