Militantes atacam tropa de Israel na fronteira de Gaza

Militantes palestinos detonaram hoje uma bomba perto de um patrulha do Exército de Israel, nas proximidades da Faixa de Gaza. Os soldados israelenses rapidamente cruzaram a fronteira em busca dos agressores, no primeiro incidente sério desde o início de um cessar-fogo, no dia 17. Desde o fim da ofensiva contra o grupo militante palestino Hamas, Israel disse que reagirá a qualquer ataque vindo de Gaza.Vários disparos foram ouvidos na região fronteiriça e no centro de Gaza. Helicópteros israelenses sobrevoaram a área, disparando com metralhadoras, segundo testemunhas palestinas.Os militares israelenses afirmaram que a bomba tinha como alvo uma patrulha do país perto da comunidade fronteiriça de Kissufim. Os militares não forneceriam outros detalhes e ninguém se responsabilizou pelo ataque.Israel fechou suas fronteiras com Gaza ao auxílio humanitário, após abri-las rapidamente na manhã de hoje. O funcionário da fronteira em Gaza Raed Fattouh disse que funcionários israelenses afirmaram que a restrição foi imposta por causa do ataque.No que parece ser um incidente sem relação com o ataque, funcionários do setor de segurança palestino afirmaram que tropas israelenses perto da fronteira atiraram e mataram um homem de 27 anos e feriram outros dois. O médico Moaiya Hassanain, do Ministério da Saúde de Gaza, disse que o homem morto era um fazendeiro. Os militares ainda não haviam comentado o caso.Israel e os militantes de Gaza têm respeitado o cessar-fogo desde o fim da ofensiva israelense, com o objetivo declarado de interromper o lançamento de foguetes em seu território. Israel anunciou um cessar-fogo unilateral no dia 17, seguido por anúncio similar dos militantes de Gaza no mesmo dia. A ofensiva matou cerca de 1.300 palestinos, mais da metade deles civis, de acordo com registros do Centro Palestino pelos Direitos Humanos. No mesmo período morreram 13 israelenses por causa da violência.O Egito tenta mediar um acordo de longo prazo para dar tranquilidade ao território costeiro onde vivem 1,4 milhão de pessoas. Gaza é controlada pelo Hamas desde junho de 2007.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.