Militantes controlam cidade portuária na Somália

Militantes islâmicos disseram neste sábado terem tomado o controle da terceira maior cidade da Somália, três dias após conflitos terem matado cerca de 70 pessoas. Os militantes, que controlaram a capital Mogadishu e parte do sul do país por seis meses em 2006, afirmaram terem tomado a cidade portuária de Kismayo, ao sul do país. Cerca de 70 pessoas morreram nos conflitos iniciados na quarta-feira e pelo menos outras 170 ficaram feridas, disse o Dr.Ali Hassan do Hospital de Kismayo. "Há poucos medicamentos, apenas um médico e algumas enfermeiras. Isso mostra como está difícil ajudarmos", afirmou Hassan.As cortes islâmicas começaram a se revoltar há dois anos, mas Kismayo seria a maior cidade dominada desde o início de 2007. O porta-voz Sheik Ibrahim Shukri disse que suas forças foram para Kismayo a pedido dos residentes e que a cidade permanecerá sob controle islâmico. O governo se negou a comentar as afirmações do porta-voz islâmico. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.