Militantes da Faixa de Gaza lançam foguete contra Israel

Um foguete disparado na Faixa de Gaza atingiu uma região no sul de Israel, nesta terça-feira, de acordo com informações da polícia, marcado o primeiro ataque desde a operação israelense em Gaza em novembro de 2012.

AE, Agência Estado

26 de fevereiro de 2013 | 08h50

O porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld, afirmou que partes do foguete foram encontradas no sul da cidade de Ashkelon. Segundo ele, o incidente danificou uma estrada, mas não deixou feridos.

Após o ataque, os militantes do grupo Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa, que atuam em Gaza, assumiram a autoria do incidente em resposta a morte de um de seus membros.

"Em uma resposta preliminar à morte de nosso herói, o prisioneiro Arafat Jaradat, reivindicamos a responsabilidade por disparar um foguete Grad em Ashkelon às 6h (1h em Brasília)", disse um comunicado do grupo, que é aliado do Movimento de Libertação Nacional da Palestina (Fatah) do presidente palestino Mahmud Abbas.

Na segunda-feira, os militantes do grupo prometeram se vingar da morte de Jaradat, de 30 anos, que eles afirmam ter sido torturado em uma prisão de Israel. Jaradat foi sepultado ontem como herói por milhares de pessoas que se acotovelaram em torno do túmulo na aldeia Saeer, na Cisjordânia, enquanto a polícia palestina disparava uma salva de 21 tiros. A morte de Jaradat ocorreu em um momento de tensão crescente na região, que têm alimentado temores israelenses sobre um terceiro levante palestino. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelpalestinosfoguete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.